Classificação etária

O que é a classificação etária dos jogos eletrônicos?

Entre dezembro de 2001 e junho de 2006, o Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação (Dejus) analisou e classificou cerca de 2,3 mil jogos eletrônicos. Pais, professores, comerciantes e o próprio público-alvo desse tipo de produção audiovisual passam a contar com uma nova fonte de informações, útil no processo de escolha do jogo mais adequado para as aspirações e compreensão de quem ainda não completou 18 anos.

Os analistas do Dejus começaram a classificar jogos eletrônicos nos últimos meses de 2001, quando entraram em vigor as Portarias ministeriais 899 e 1035. Entre os critérios utilizados pelos analistas para a classificação indicativa de jogos eletrônicos está a avaliação das situações que envolvem sexo, drogas e violência. O Dejus recebe dos distribuidores ou produtores fotos, vídeos ou até mesmo jogos demonstrativos, com uma ou mais fases do jogo.

Também são enviadas ao departamento sinopses e, em alguns casos, o jogo completo. A classificação sempre é feita por mais de uma pessoa para garantir a pluralidade da análise e, ao mesmo tempo, manter o máximo de objetividade no processo.

Para mais informações, acesse o site do Ministério da Justiça.

Símbolos de classificação etária do Ministério da Justiça


ESPECIALMENTE RECOMENDADO PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES


LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS


NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS


NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS


NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS


NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS


NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS